Post atualizado em julho de 2019

Você já sabe que pode contar com imprevistos em todos os eventos e, em diversas situações, aquele planejamento de riscos será muito útil para orientar suas ações – mesmo quando não há muito o que fazer. A primeira medida que você pode tomar, antes mesmo do evento acontecer, é dedicar um tempo com sua equipe para abordar sobre os principais stakeholders do evento (segurança, gerentes, clientes, parceiros, fornecedores), políticas do evento e planos de evacuação de emergência.

Investir em um comitê de crises também será uma das suas melhores estratégias para contornar os imprevistos de forma assertiva. Esse conjunto de profissionais irá atuar quando algo foge do planejamento, até mesmo como consultoria, não necessariamente questões muito sérias como um atentado, mas de repente houve um incêndio e você precisa de alguém para orientar as atitudes que serão tomadas.

Leia também: Como organizar o seu atendimento ao cliente para eventos

Agora, se tem algo que você pode minimizar, ou mesmo zerar as chances de acontecer, são as fraudes de ingressos. Afinal, foram meses de dedicação na comunicação e divulgação do seu evento, investindo em uma plataforma confiável que entregasse a melhor experiência de compra para os participantes do seu evento e agora já está tudo mais do que pronto para começar a venda – que certamente é muito aguardada. Porém, como evitar fraudes?

Em função disso, é preciso ter ciência de que se seu evento é muito visado você irá atrair a atenção de uma grande quantidade de pessoas e, dentre elas, possíveis fraudadores.

Saber desse risco e ficar tranquilo não é lá uma tarefa tão fácil, por isso, antes mesmo de contratar a plataforma escolhida, verifique se ela oferece proteção contra chargebacks e/ou fraudes. Algumas até podem propor um suporte mais técnico com especialistas nesse monitoramento, como na Eventbrite, que conta com a tecnologia e uma equipe que monitora transações em tempo real com sistemas altamente precisos e algoritmos poderosos para identificar e impedir fraudes.

Afinal, mais de 10 anos de  experiência em eventos nos fizeram aprender e aprimorar nossos mecanismos de análise e, até podemos nos gabar, dizendo que nenhuma outra empresa na indústria de eventos sabe como evitar fraudes como a gente. 😉

Mas, apesar de todo nosso esforço e dessa blindagem tecnológica, existem algumas maneiras de você, organizador de eventos, nos ajudar a reforçar essa proteção contra atividades fraudulentas.

Veja 7 dicas de como evitar fraudes nos seus eventos:

1) Definir uma política clara de reembolsos na descrição do evento:

Como organizador de evento, você deve entender bem como funciona a política de reembolsos. O Art. 49 da Lei 8.078/09 do Código de Defesa do Consumidor garante um prazo legal de 7 dias após a aquisição ou, em casos de compra na semana do evento, até 2 dias antes do início do evento para solicitar o estorno do pagamento.

Para facilitar a comunicação entre você e seu consumidor, sugerimos que você deixe claro na descrição de seu evento qual é a política de reembolsos. Defina expectativas e certifique-se de que os fãs saibam como solicitar reembolsos.

2) Limitar os pedidos até 4 ingressos por comprador:

Nossos especialistas em eventos sempre indicam fazer essa limitação. A pessoa que pretende agir de má fé e fazer a venda de ingressos não autorizada, geralmente realiza compras grandes, com vários ingressos. 

Escolhendo habilitar até 4 ingressos como limite máximo por compra, você não impede que pequenos grupos de amigos comprem tickets juntos ou que adquiram ingressos para amigos, e ao mesmo se protege contra ações de cambistas, que geralmente compram grandes lotes para fazer a revenda não autorizada.

3) Desabilitar a opção de edição dos dados do ingresso pelo participante 1 semana antes do evento:

A Eventbrite permite que o comprador de um ingresso possa alterar os dados do mesmo para, por exemplo, presentear algum amigo. Mas, em função da Lei citada anteriormente neste artigo, o comprador de um ingresso tem o direito de pedir o estorno de um ingresso adquirido após 7 dias de realizar a compra. Sabendo disso, compradores fraudulentos podem se aproveitar da Lei para comprar ingressos às vésperas do evento, revendê-los a outros compradores e pedir o reembolso que lhe é garantido por Lei.

Dessa forma, o comprador final não fica sabendo que o ingresso não é mais válido e enfrenta uma experiência desagradável ao tentar entrar no evento. Por isso, sugerimos que se desabilite a função de editar dados do participante uma semana antes do evento, inibindo esta ação por parte de compradores fraudulentos.

Basta acessar o Formulário de Pedido e desativar a opção “Permitir que os participantes editem as informações após efetuar os pedidos.

4) Encerrar as vendas do evento 2 horas antes do início:

Este é o período que nossa equipe percebe a maior parte das tentativas fraudulentas. Nós sabemos que é da nossa cultura deixar as coisas para a última hora, então é sim possível que participantes comprem seus ingressos um pouco antes de o evento começar. Porém, cambistas geralmente se aproveitam dessas situações para “dar o bote”. Proteja o seu evento e escolha encerrar antes as suas vendas.

Se você entregar uma ótima experiência, as pessoas vão compartilhar isso e com certeza mais participantes irão garantir seus ingressos nos primeiros lotes das próximas edições. Às vezes “perder” algumas vendas no último minuto pode poupar muita dor de cabeça e ajudar a proteger o seu evento e participantes contra golpes.

5) Monitorar suas redes sociais e divulgar o canal oficial de vendas:

Informe também nas redes sociais e em todas as ações de marketing e comunicação do evento qual é o site oficial de venda. E deixe claro para as pessoas não comprarem ingressos de terceiros, pois a Eventbrite e a sua agência não se responsabilizam pela compra e venda de ingressos adquiridos fora do canal oficial de vendas.

Insira o logotipo da Eventbrite (clique aqui para baixar) nas suas peças de marketing e marque a gente usando o @eventbritebr para garantir que o seu público compre os ingressos no canal oficial 😉

Além disso, com a parceria exclusiva da Eventbrite e Instagram, você consegue adicionar um botão para compra diretamente na sua rede social! Saiba como vender mais com nossa parceria com o Instagram para eventos.

6) Utilizar o aplicativo Eventbrite Organizador para fazer o controle de acesso:

Ao realizar as vendas do seu evento com a Eventbrite, você tem acesso gratuito ao aplicativo Eventbrite Organizador. Além de conferir relatórios em tempo real, com ele você consegue escanear os ingressos, garantindo a autenticidade e não duplicidade dos mesmos e oferecendo uma experiência de entrada rápida e eficiente ao participante.

Conheça o aplicativo Eventbrite Organizador.

7) Dicas adicionais:

No dia do evento, vale reforçar com a equipe de segurança o olhar atento para a ação de cambistas. Além disso, na portaria vale exigir documento para garantir o ingresso nominal e que a pessoa certa comprou o ingresso.

Outra dica é, caso você possua uma bilheteria realizando venda no dia do evento, procure oferecer o mesmo preço do último lote para evitar que os participantes caiam na tentação de comprar “mais barato” de cambistas. Sabemos que é comum cobrar um valor mais alto na porta, mas vale repensar!

Seguindo essas dicas e com a nossa blindagem tecnológica contra fraudes, você pode se sentir mais seguro e focar em outras tarefas para organizar seus eventos. Evite dores de cabeça e ofereça uma experiência incrível para seus participantes guardarem apenas lembranças boas de seu evento e voltarem em outras edições. 

Saiba mais sobre as Políticas de Segurança da Eventbrite.