Pós-evento

7 falhas de patrocínio de eventos e como evitá-las

patrocinadores de eventos

Patrocinadores de eventos: confira 7 falhas e como evitá-las

Com clientes e consumidores conectados quase 24h por dia no mundo on-line, as empresas enfrentam cada vez mais batalhas para conquistar seu público, já que a publicidade não está mais conseguindo construir e/ou manter as relações. E o seu evento pode ser a saída! Essas empresas podem se tornar seus patrocinadores de eventos !

Para voltar a impactar seus clientes, essas empresas se dispõem então a pagar cotas de patrocínio em eventos. Dessa forma, sua marca aparecerá em mais um formato de mídia, e terá acesso aos clientes e potenciais clientes.

Embora essa troca de interesses pareça muito simples, é importante saber sustentar o patrocinador para que se torne uma parceria de longa duração. Portanto, vamos mostrar aqui as 7 falhas mais recorrentes quando se trata de patrocínio de eventos.

1. Ignorar a taxa de mercado de seus ativos de patrocínio

Determinar o valor de seus ativos de patrocínio no mercado é essencial para garantir ainda mais patrocinadores de eventos, ao mesmo tempo que aumenta sua receita. Uma vez definido o valor do seu negócio, você consegue estipular melhor as cotas de patrocínio e consequentemente atrair mais patrocinadores sem correr o risco de subestimá-los.

2. Lidar com uma proposta apenas no papel para patrocinadores de eventos

Assim como os próprios eventos, a melhor ferramenta de venda não está na proposta que você envia, e sim em si próprio. Patrocinar um evento é trabalhar basicamente com relacionamento, e isso também requer o interesse do patrocinador em entregar objetivos claros e sinceros, para que você consiga identificar a melhor forma de ajudar a alcançá-los.

Baixe: Pacote patrocínio para eventos – kit com 4 ótimos materiais

3. Aceitar patrocínio em espécie

Negocie muito bem a forma de contribuição que você aceitará de cada patrocinador. Essa é a hora de avaliar o que mais irá compensar financeiramente para ambas as partes, já que cada tipo de contribuição terá seu valor de receita.

4. Confundir patrocínio com filantropia

Enquanto não há nada de errado em contar aos patrocinadores sobre o impacto qualitativo que o evento tem, tenha certeza de demonstrar como seu evento irá ajudá-los a alcançar seus objetivos e metas de negócio. Quando você foca muito na causa, no ato de patrocinar, o patrocinador tende a imaginar algo muito romântico e com pouco retorno de marca.

Leia também: Como cumprir um contrato de patrocínio e ser o super-herói do cliente

5. Esquecer sua estratégia de ativação

Planejamento é tudo, e já que você já traçou sua estratégia com os patrocinadores, lembre-se de segui-la e acompanhar os resultados. Muito mais do que acompanhar esses resultados, é importante que você liste tudo o que combinou com os patrocinadores – tanto o que você iria oferecer, quanto o que você iria receber. Quer outra dica? Documente o evento do início ao fim.

6. Falhar no acompanhamento

Após o seu evento, o passo mais complicado a se enfrentar é o acompanhamento de seus patrocinadores; mas não há segredo algum!

Dentro de duas semanas após seu evento, marque um encontro com seus patrocinadores para discutir o resultado  dos seus investimentos. Prepare um relatório que destaque seu planejamento para entregar o que seu patrocinador apontou como objetivo e/ou meta.

7. Esperar muito tempo para garantir patrocinadores

Para construir uma parceria sólida com seus patrocinadores, é importante que você comece a prospectá-los de  oito meses a um ano antes do seu evento. Dessa forma, é possível construir um pacote personalizado que alinhe os objetivos e metas do seu evento com os da empresa patrocinadora.

Está organizando o seu próximo evento? Conheça a Eventbrite!

Escrito por

Sou relações-públicas e trabalho com eventos há alguns anos. Vou trazer a vocês, dicas e novidades do mercado para que seus eventos sejam um sucesso, além de mostrar as diversas formas que a Eventbrite pode facilitar na concepção e execução dos seus projetos. Vem com a gente!

Fazer comentários