Lucro, Propósito e Geração de Valor

Informações do evento

Compartilhar este evento

Data e hora

Localização

Localização

Evento online

Descrição do evento
Lucro Propósito e Geração de Valor

Sobre este evento

Sua empresa gera lucro? Muito bom! E valor, gera também? Você sabe qual é a diferença entre gerar lucro e gerar valor? E quando a sua empresa gera valor, ele é compartilhado?

O que é Valor Compartilhado?

Valor compartilhado pode ser traduzido, de forma simples, como a expressão prática, prudutiva e lucrativa do propósito. O propósito está no campo do conceito, objetivo, jornada, sentimento. O valor compartilhado é a concretização do propósito, é a forma com a qual a organização consegue trazer para o âmbito prático a entrega efetiva de seu propósito.

Geração de valor compartilhado pressupõe que os interesses e as necessidades de todos os envolvidos na cadeia produtiva estejam sendo observados e considerados em todas as decisões da organização. Também pressupõe que haja geração de valor para todos os stakeholders, além de resultado financeiro.

Com a prática do valor compartilhado, joga-se o jogo do ganha ganha ganha, onde toda a estratégia do modelo de negócio contempla as necessidades de cada um dos stakeholders envolvidos. Trata-se de um trabalho de engenharia produtiva, que remodela a forma como os negócios se relacionam entre si, com as comunidades e com o meio ambiente. Trata-se da prática efetiva do olhar sistêmico, onde todos os elos da cadeia são cuidadosamente observados em suas particularidades, necessidade, potenciais e fragilidades.

Além disso, o valor compartilhado é uma própria reengenharia do modelo de negócio, pois toca a forma de desenvolver a atividade produtiva de sua organização. Assim sendo, não há um único caminho à seguir.

Cada organização desenvolverá sua maturidade e suas estratégias para trilhar o caminho do valor compartilhado. E não se produz valor compartilhado por decreto. Gerar valor compartilhado é fazer a efetiva entrega produtiva do propósito da organização. Mas não é qualquer propósito que é capaz de gerar valor compartilhado.

Vamos conversar mais sobre isso?

CEO e Co-fundador do B Lab Global, Andrew Kassoy, fala à McKinsey & Company Quarterly sobre como os CEOs podem ir além de suas declarações:

“É incrível o que o capitalismo pode produzir. Acho que subestimamos o quanto os negócios podem fazer pelo bem social se o sistema for estruturado da maneira certa.”

“As empresas e os investidores precisam ir além de boas declarações de propósito, tornando-se legalmente responsáveis pela criação de valor para a sociedade.”

Manuella Curti de Souza, presidente do grupo Europa – Purificadores de água, é pós-graduada pelo INSPER (Instituto de Ensino e Pesquisa) em Administração de Empresas e formada em Direito pela PUC/SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo). Dentre outras especializações, é certificada pela Sociedade Brasileira de Coaching; integrou a segunda turma do programa internacional de empreendedorismo feminino Winning Woman da EY; certificada como conselheira pelo IBGC; fundadora do GEF- Grupo de Empreendedorismo Feminino voltado a incentivar e apoiar pequenas empreendedoras; integra o grupo CEOs’ Legacy da Fundação Dom Cabral; é conselheira do CESAR (Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife); foi eleita uma das 56 mulheres mais influentes do Brasil pela Revista Forbes em 2017 e já impactou mais de 30.000 pessoas pelo Brasil em palestras sobre Sucessão em empresas familiares, liderança feminina e inovação.

Ao assumir a presidência da maior e mais conhecida empresa do segmento na América Latina em 2011 aos 26 anos após perdas familiares abruptas, com aproximadamente 300 colaboradores, quase 300 empresários espalhados por todo o Brasil e mais de 2000 vendedores e técnicos, vem promovendo uma profunda transformação no negócio com o objetivo de cuidar da água para transformar vidas.

Marcos Queiroz é pai de Bento, sonhador por natureza, publicitário, empreendedor social e Diretor de Soluções na Refazenda. O negócio foi fundado em 1990, em Recife, Brasil, por sua mãe, Magna Coeli, pioneira nesse tipo de negócio na América Latina. A proposta é criar moda sem produzir resíduos têxteis. Como sócio da Refazenda nos últimos 15 anos, Marcos ganhou muita experiência em diversos setores, como: Vendas, Finanças, Marketing, Liderança, Soluções de Design, Soluções de Inovação e Monitoramento do Comportamento do Consumidor. Sua área de especialização é Marketing e Gestão de Negócios circulares.

Antes de ingressar na Refazenda, Marcos trabalhou na empresa MCI Marketing, como consultor especializado em Comércio Justo, Negócios e Gestão. Marcos é formado em Publicidade e Marketing e possui MBA em Gestão e Negócios na prestigiada Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Marcos também é membro do Instituto do Capitalismo Consciente Brasil, ONE PLANET NETWORK e mentor do Porto Social.

Data e hora

Localização

Evento online

Salvar este evento

Evento salvo