R$100 – R$800

O que querem as feministas?

Informações do evento

Compartilhar este evento

Data e hora

Localização

Localização

Casa Contexto

Rua Abreu Fialho, 5

sobrado

Jardim Botânico, RJ 22460-240

Brazil

Ver mapa

Descrição do evento
coordenação: Heloisa Buarque de Hollanda e Ilana Strozenberg

Sobre este evento

As quatro ondas, interseccionalidade, lugar de fala, teorias queer, geração tombamento. A história do feminismo, desde as primeiras manifestações até nossos dias, é plural, colorida, inovadora, pulsante. O curso “O que querem as feministas?” apresentará uma linha do tempo de formação do pensamento feminista a partir da análise de sete autoras que marcaram pontos de inflexão no que hoje chamamos de teorias de gênero. Na primeira aula, Heloisa Buarque de Hollanda vai traçar um panorama geral das quatro ondas feministas. Nos encontros seguintes, professoras especialistas apresentarão as ideias de Virginia Woolf, Simone de Beauvoir, Betty Friedan, Judith Butler, Silvia Federici, Paul Beatriz Preciado e Angela Davis.

terças-feiras, 20 às 21:30

6/8. As quatro ondas - aula com Heloisa Buarque de Hollanda

13/8. Virginia Woolf - aula com Helena Martins

20/8. Simone de Beauvoir – aula com Jacqueline Pitanguy

27/8. Betty Friedan – aula com Liv Sovik

3/9. Judith Butler –aula com Carla Rodrigues

10/9. Silvia Federici - aula com Tatiana Roque

17/9. Paul Beatriz Preciado - aula com Camila Bacellar

24/9. Angela Davis – aula com Carmen Luz

Heloisa Buarque de Hollanda é escritora, professora emérita da Escola de Comunicação da UFRJ e coordenadora do Programa Avançado de Cultura Contemporânea (PACC-Letras/UFRJ), onde dirige o Laboratório de Tecnologias Sociais Universidade das Quebradas e o Fórum Mulher na Universidade. É autora de muitos livros, entre eles Impressões de Viagem; Cultura e Participação nos anos 60; Pós Modernismo e Política; O Feminismo como Crítica da Cultura; Guia Poético do Rio de Janeiro; Asdrúbal Trouxe o Trombone: memórias de uma trupe solitária de comediantes que abalou os anos 70; Rachel, Rachel; Escolhas: uma autobiografia intelectual; Explosão Feminista. Em 2019, publicou Pensamento feminista. Conceitos fundamentais e Pensamento feminista brasileiro. Formação e contextos, ambos pela editora Bazar do Tempo.

Ilana Strozenberg é socióloga, especializada em Antropologia Cultural e Doutora em Comunicação pela UFRJ. É professora colaboradora da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro e Coordenadora do Pós Doutorado em Estudos Culturais do Programa Avançado de Cultura Contemporânea (PACC) da Faculdade de Letras da mesma universidade. Suas pesquisas investigam temas relativos às diferenças sócio-culturais no contexto urbano contemporâneo e as articulações entre suas diferentes expressões; o impacto das novas tecnologias na dinâmica da comunicação e seus efeitos sobre as hierarquias sócio-políticas tradicionais.

Professoras convidadas

Camila Bacellar é graduada em Artes Cênicas pela UNIRIO (2010) e em Ciências Sociais pela UFRJ (2011). Em 2013, sob orientação de Paul B. Preciado, concluiu o máster do Programa de Estudios Independientes (PEI) do Museo d’Art Contemporani de Barcelona (MACBA), reconhecido oficialmente como mestrado em Estudios Museísticose Teoría Crítica pela Universidad Autonóma de Barcelona (UAB). Atualmente conclui o doutorado (PPGAC/UNIRIO), tratando de relações entre teorias feministas e descoloniais e a arte da performance na América Latina no século XXI.

Carla Rodrigues é filósofa e escritora. É autora de ensaios, traduções e livros de não-ficção, como Duas palavras para o feminino (NAU, 2013). Tem textos publicados em veículos como revista Serrote e o site do Instituto Moreira Salles. É professora de Filosofia (UFRJ), pesquisadora (PPGF/IFCS) e bolsista da Faperj, onde desenvolve um projeto acerca do pensamento de Judith Butler.

Carmen Luz é graduada, licenciada e pós-graduada nos cursos de Língua Portuguesa, Literatura Brasileira e Teatro pela UFRJ; pós-Graduada em Cinema-Documentário pela Fundação Getúlio Vargas e mestre em Arte e Cultura Contemporânea pela UERJ. Professora na Escola de Cinema Darcy Ribeiro, é idealizadora do curso Danças Negras, na Faculdade Angel Vianna, diretora artística e coreógrafa da Cia Étnica de Dança e atuou como diretora do Centro Coreográfico do Rio de Janeiro. É curadora convidada da edição 2019 da Mostra O Corpo Negro - Sesc EntreDança e do Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul – Brasil, África, Caribe e Outras Diásporas. Em 2004 recebeu Menção Honrosa da Comissão dos Direitos Humanos da OAB/RJ, em reconhecimento a seu trabalho em comunidades cariocas.

Helena Martins é pesquisadora do CNPq e Professora Associada do Departamento de Letras da PUC-Rio, onde atua na Graduação e na Pós-graduação, nas áreas de Tradução e de Estudos da Literatura. Sensível ao anseio contemporâneo por novas formas de vida, sua pesquisa tem se voltado para as relações entre linguagem, arte e devir, em uma abordagem transdisciplinar, que frequenta também a filosofia e a antropologia.

Jacqueline Pitanguy é formada em sociologia e ciência política. Passou pela Universidade de Leuven, na Bélgica, pela Escola de Sociologia da Pontifícia Universidade Católica do Chile e fez seu doutoramento na USP. Foi professora na PUC-Rio durante os anos 1970, momento em que chegou ao feminismo. Participou da formação do Centro da Mulher Brasileira e do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher, que presidiu por quatro anos. É fundadora e diretora da ONG Cepia (Cidadania, Estudo, Pesquisa, Informação e Ação), localizada no Rio de Janeiro, onde desenvolve principalmente pesquisa e material sobre violência contra a mulher, saúde e direitos sexuais e reprodutivos.

Liv Sovik é professora titular da Escola de Comunicação da UFRJ. É autora de Tropicália Rex (Mauad, 2018) e Aqui ninguém é branco (Aeroplano, 2009), e organizadora da coletânea de textos de Stuart Hall, Da diáspora (UFMG, 2003). Se interessa hoje por “outras” epistemologias, aquelas que não são logo- ou eurocêntricas, especialmente pela música como modelo de conhecimento e de comunicação.

Tatiana Roque é professora da pós-graduação em filosofia da UFRJ, é matemática e filósofa, com doutorado na área de Filosofia e Histórias das Ciências pela UFRJ e passagem pela Universidade Paris 7, é membro dos Archives Poincaré da Université de Nancy. Autora de História da matemática: uma visão crítica, desfazendo mitos e lendas(Zahar, 2012), um dos vencedores do Prêmio Jabuti de 2013.

Compartilhar com amigos

Data e hora

Localização

Casa Contexto

Rua Abreu Fialho, 5

sobrado

Jardim Botânico, RJ 22460-240

Brazil

Ver mapa

Salvar este evento

Evento salvo