Olinda Allessandrini e Douglas Gutjahr interpretam Radamés Gnattali

Olinda Allessandrini e Douglas Gutjahr interpretam Radamés Gnattali

Ações e painel de detalhes

Indisponível

Data e hora

Localização

Instituto Ling

João Caetano, 440

Três Figueiras

Porto Alegre, RS 90470260

Brazil

Ver mapa

Olinda Allessandrini e Douglas Gutjahr interpretam Radamés Gnattali

Sobre este evento

Em mais uma parceria com a Branco Produções, o Instituto Ling recebe o 10+10, projeto que apresenta a obra de dez compositores brasileiros, interpretados por dez renomados grupos e artistas, em shows inéditos montados especialmente para o palco do Instituto Ling. Com entrada gratuita, a série retrata os 100 anos da música popular brasileira, produzida da segunda década do século 20 à segunda década do século 21.

O segundo compositor homenageado é Radamés Gnattali, que será interpretado pelo duo Olinda Allessandrini (piano) e Douglas Gutjahr (percussão). O programa é composto por obras como Batuque, Sonatina Coreográfica, Uma Rosa para Pixinguinha, Brasiliana nº 4 e Alma Brasileira.

Ao longo de 2022, ainda serão apresentados shows em homenagem a Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo e Egberto Gismonti. Em 2023, os compositores celebrados serão Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth, Pixinguinha, Tom Jobim e Hermeto Pascoal.

Com vagas limitadas, a distribuição de senhas iniciará duas horas antes da atividade na recepção do Centro Cultural Instituto Ling.

Com as flexibilizações relacionadas à pandemia da COVID-19, o uso da máscara passa a ser recomendado, embora não obrigatório. Nosso desejo é a saúde de todos: use máscara e mantenha o distanciamento possível. Nossos ambientes seguem com os cuidados habituais, disponibilizando máscara e álcool em gel. Queremos receber você com conforto e segurança!

Confira nosso guia de visitação com as medidas sanitárias contra a COVID-19.

Sobre o compositor:

O gaúcho Radamés Gnattali é reconhecido, nacional e internacionalmente, como um dos mestres maiores da música brasileira e latino-americana. Sua obra de concerto é volumosa, com cerca de 300 peças, entre solos para piano, violão, música de câmara e sinfônica. Na música popular, é considerado um dos grandes mestres, sendo responsável por inúmeros arranjos orquestrais que se tornaram clássicos. Escreveu obras para os mais variados instrumentos, como bandolim, acordeom, cavaquinho, bateria, guitarra elétrica, violão 7 cordas, pandeiro. Soube como poucos transitar entre o popular e o erudito, estabelecendo uma comunicação entre estéticas que não se falavam até então.

Sobre os músicos:

Olinda Allessandrini é uma das mais importantes instrumentistas do país. Graduada com láurea em Piano pela UCS, possui CDs inteiramente dedicados a obras de Villa-Lobos, Radamés Gnattali, Chiquinha Gonzaga e Araújo Vianna. Suas atividades incluem apresentações ao vivo, gravações, programas de rádio, atividades pedagógicas e colaborações em livros e jornais. Apresentou-se nos mais importantes centros culturais brasileiros e realizou recitais na Itália, Bélgica, Noruega, Chile, Bolívia e Uruguai, além de turnês pelos Estados Unidos e Alemanha.

Douglas Gutjahr é bacharel em Percussão pela UFSM, mestrando em Música pela UFRJ e atua como timpanista da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA) desde 2016. Entre 2007 e 2008, como membro da Orquestra Jovem Mundial (JMWO), apresentou-se em algumas das principais salas de concerto da Europa: Berliner Philarmonie (Berlim), Muziekgebouw (Amsterdã) e Palau de les Arts (Valência). Foi escolhido o Melhor Instrumentista Erudito do Prêmio Açorianos de Música 2016. Visando a inclusão social por meio da música, atua desde 2009, como professor do projeto Vida com Arte (Unisinos).

Esta programação tem apoio cultural do Instituto Ling e Agraz e patrocínio de Pé de Apoio Produtos para Saúde. Curadoria e produção: Branco Produções. Financiamento: Pró-cultura RS, Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Compartilhar com amigos