Trio Rebuliço interpreta João Pernambuco

Trio Rebuliço interpreta João Pernambuco

Ações e painel de detalhes

Indisponível

Data e hora

Localização

Instituto Ling

João Caetano, 440

Três Figueiras

Porto Alegre, RS 90470260

Brazil

Ver mapa

Trio Rebuliço interpreta João Pernambuco

Sobre este evento

Em mais uma parceria com a Branco Produções, o Instituto Ling recebe o 10+10, projeto que apresenta a obra de dez compositores brasileiros, interpretados por dez renomados grupos e artistas, em shows inéditos montados especialmente para o palco do centro cultural, com entrada gratuita.

A programação inicia com cinco apresentações ao longo de 2022 que irão retratar os 100 anos da música popular brasileira, produzida da segunda década do século 20 à segunda década do século 21. Os cinco primeiros compositores apresentados serão João Pernambuco, Radamés Gnattali, Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo e Egberto Gismonti.

Iniciamos a série 10+10 homenageando o violonista e compositor João Pernambuco, interpretado pelo Trio Rebuliço, que reúne três referências gaúchas do violão, representantes de diferentes gêneros musicais: Mathias 7 Cordas e o choro brasileiro, Neuro Júnior e o violão nativista e Thiago Colombo, com o violão erudito.

João Pernambuco (1883-1947) começou a tocar viola na infância e, depois, violão, que aprendeu com cantadores sertanejos. Mudou-se, aos 19 anos, para o Rio de Janeiro, onde travou contato com violonistas populares. Cinco anos depois, era considerado um dos bambas da época, dentro do universo do choro que estava se consolidando. Compôs mais de cem músicas, entre choros, jongos, maxixes, valsas, cocos, emboladas, prelúdios e estudos. Participou dos Turunas Pernambucanos e dos Oito Batutas, grupo liderado por Pixinguinha. Organizava concorridas rodas de choro, onde estavam presentes nomes como Donga, Pixinguinha e, eventualmente, Villa Lobos, que em certa feita afirmou que “Bach não se envergonharia em assinar os estudos de João como seus”.

Com vagas limitadas, a distribuição de senhas iniciará duas horas antes da atividade na recepção do Centro Cultural Instituto Ling.

Com as flexibilizações relacionadas à pandemia da COVID-19, o uso da máscara passa a ser recomendado, embora não obrigatório. Nosso desejo é a saúde de todos: use máscara e mantenha o distanciamento possível. Nossos ambientes seguem com os cuidados habituais, disponibilizando máscara e álcool em gel. Queremos receber você com conforto e segurança!

Confira nosso guia de visitação com as medidas sanitárias contra a COVID-19.

Sobre os músicos:

Mathias 7 Cordas é compositor e violonista gaúcho. Atualmente, é coordenador da Oficina de Choro de Porto Alegre. Em 2017, lançou seu disco de estreia, Falso Folião, e o disco Valentia, da cantora Nani Medeiros, ambos com composições próprias. Idealizador da Orquestra de Choro de Porto Alegre, venceu o Prêmio Açorianos 2020 na categoria Melhor Produtor Musical. Se apresentou ao lado de artistas como Ângela Maria, Luciana Rabello, Jorginho do Pandeiro, Pedro Miranda, João de Almeida Neto, Roberta Sá, Nina Wirtti, Grazie Wirtti, Luis Barcelos e Ronaldo do Bandolim.

Neuro Jr é violonista e compositor de música instrumental gaúcha. Em 2014, foi indicado à categoria Melhor Instrumentista do Prêmio Açorianos de Música. Em 2018, recebeu o prêmio de Melhor Instrumentista da Moenda da Canção, defendendo Abandonada, uma parceria com a cantora Paola Kirst. A canção também ganhou o prêmio de terceiro lugar do festival. Em 2020, sua composição Passagem também foi premiada com o terceiro lugar da Moenda da Canção. Integrante do quarteto de Luiz Carlos Borges, Neuro acompanha o acordeonista Renato Borghetti e integra o Quarteto Pulso Livre, tendo participado de diversos festivais de Chamamé na Argentina.

Thiago Colombo é músico e professor do Centro de Artes da Universidade Federal de Pelotas. Entre 1998 e 2005, foi premiado em concursos no Brasil, Argentina, Portugal e Espanha. Nos últimos anos, tem trabalhado como concertista, professor e palestrante em vários festivais de música no Brasil e exterior. Em 2003, lançou seu primeiro CD solo, Sonata. O disco recebeu três prêmios Açorianos de Música. Em 2006, lançou o CD Reminiscências. Integrou o Trezegraus, grupo de música instrumental brasileira. Em 2017, lançou seu último álbum, Latin Guitar Connections, gravado na Bath Spa University, em Bath (Inglaterra).

Esta programação tem apoio cultural do Instituto Ling e Agraz e patrocínio de Pé de Apoio Produtos para Saúde. Curadoria e produção: Branco Produções. Financiamento: Pró-cultura RS, Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Compartilhar com amigos

Salvar este evento

Evento salvo