R$60 – R$150

Um olhar sobre o autismo a partir da 7ª arte

Informações do evento

Compartilhar este evento

Data e hora

Localização

Localização

A Tenda

R. Prof. Manoel Viêira de Alençar, 413

Jardim Social

Curitiba, PR

Brazil

Ver mapa

Política de reembolso

Política de reembolso

Reembolsos até 1 dia antes do evento

Descrição do evento

Descrição

Apesar de ter sido primeiramente descrito na literatura científica na década de 1940, há registros de comportamento semelhante ao de autismo muito anteriores a isso. Hoje estima-se que ao menos 1% da população tenha autismo, dois milhões de brasileiros. E o número de diagnósticos não para de crescer. Atenta a esse fenômeno, a indústria cinematográfica tem retratado em diversas obras diversas facetas deste transtorno do desenvolvimento. Passear por elas rende um bom olhar sobre os desafios que acompanham essa realidade.
As famílias de quem tem autismo são pessoas que passam por muitas dificuldades desde o momento que buscam o diagnóstico, até encontrar a intervenção correta e acessível para o filho. Essa intervenção pode mudar ao longo dos anos, então é uma busca constante por um atendimento adequado. Muitas vezes por medo do preconceito as famílias ficam dentro de casa, deixam de ter uma vida ativa na comunidade, de frequentar espaços sociais. Por isso é fundamental que seja estimulada a socialização entre as famílias e a presença delas em espaços públicos.
À medida que os casos de autismo se tornam mais visíveis, mais atenta a possíveis diagnósticos a sociedade se torna.
Quanto antes o autismo ou os riscos dele foram detectados, mais chances de evolução a criança tem. Mas após essa detecção vem um importante passo, que é o do encaminhamento para a intervenção. Quando se aproveita o período de plasticidade cerebral, a pessoa com autismo pode se desenvolver com mais autonomia, isso reflete em todas as áreas de sua vida, inclusive na escola.
Descobrir o transtorno o mais depressa possível e garantir seus direitos de acesso a saúde, educação, trabalho e lazer são exercícios de cidadania que cabem a todos nós.

Adriana Czelusniak
Jornalista e documentarista, Adriana é roteirista e diretora do documentário sobre autismo "Um só Mundo", do audiovisual "Até que não seja só em abril" e é co-autora da revista em quadrinhos Relatos Azuis, sobre o tema. Tem curso de Capacitação e Aperfeiçoamento em Autismo pela UFPR e é pós-graduanda em Ensino Estruturado Para o Autismo. Atuou como presidente da Associação União de Pais Pelo Autismo por 5 anos e ministra palestras sobre Saúde Mental e Inclusão em Simpósios, instituições de ensino, órgãos públicos, semanas pedagógicas em escolas e universidades. Hoje mantém no instagram o perfil "Vivendo a Inclusão". Membro da associação europeia de autismo (Autism-Europe), Adriana é mãe do Gabriel, 13 anos, diagnosticado com autismo em 2008.

Compartilhar com amigos

Data e hora

Localização

A Tenda

R. Prof. Manoel Viêira de Alençar, 413

Jardim Social

Curitiba, PR

Brazil

Ver mapa

Política de reembolso

Reembolsos até 1 dia antes do evento

Salvar este evento

Evento salvo