Vivência Agrofloresta Aldeia Shanekaya

Informações do evento

Compartilhar este evento

Data e hora

Localização

Localização

Aldeia Shanekaya

Terra Indígena Shanenawa

FEIJÓ, AC 69960-000

Brazil

Ver mapa

Descrição do evento
Mutirão Agroflorestal

Sobre este evento

PROJETO CAMINHO RAÍZES

Somos caminhantes, filhas e filhos da Terra. Formamos uma rede colaborativa de ativismo ambiental e social, trabalhando em união pela preservação da nossa cultura, da natureza, da tradição ancestral, e da vida.

Uma plataforma de conexão que promove interação entre iniciativas independentes, ONGs, associações comunitárias, instâncias de governo, do setor privado, com comunidades quilombolas, ribeirinhas e indígenas, criando uma grande teia de apoio e desenvolvimento de projetos que solucionem questões específicas de cada comunidade, nas áreas de Educação, Infraestrutura, Empoderamento Feminino, Geração de Renda, Saúde, Segurança Alimentar e Arte.

Numa importante experiência de intercâmbio imersivo e comunitário, através do turismo voluntário, cultural, e educador ambiental-integral (ambiente dentro e fora a cada ser humano), organizamos vivências onde nos reconectamos com as tradições ancestrais, fincando raízes nessa Terra Sagrada, recebendo ensinamentos, aprendendo a viver em harmonia com a natureza e todos os seres.

NOS UNIMOS PELO DESENVOLVIMENTO INTEGRAL DO SER, CO-CRIANDO UMA REALIDADE DE FRATERNIDADE, RESPEITO, CRESCIMENTO, ABUNDÂNCIA E AMOR NA NOVA TERRA.

ALDEIA SHANEKAYA

O destino da nossa imersão é a aldeia Shanekaya, que em Pano significa Pássaro Verdadeiro, onde vive uma família forte de verdadeiras guerreiras e guerreiros. do Povo Shanenawa.

A aldeia foi sonhada pela matricarca, a parteira Dona Txirá, e pelo patriarca, o pajé Seu Shoayne, juntamente com suas filhas, seu filho, noras, genros, netas e netos.

Shoayne viu em uma miração numa cerimônia com a sagrada medicina Uni (Ayahuasca) o local onde seria a nova morada dessa grande família, e no dia seguinte entraram na floresta virgem à procura desse lugar.

A cacique e pajé Mukani, o vice cacique Yawakumã, a assessora política Edina Pekashaya em conjunto com toda a comunidade, lutam pelo fortalecimento do povo Shanenawa, pela preservação da sua sabedoria, cultura e pela preservação da Floresta Amazônica.

A FORÇA FEMININA

Mesmo recebendo muitos nãos e sofrendo muito preconceito, a aldeia que é formada por 70 mulheres e 10 homens (além de crianças e adolescentes), tendo as mulheres á frente na liderança política e espiritual, em apenas 5 anos, já obteve grandes conquistas como energia elétrica, água canalizada e escola.

As irmãs já são referência na luta pelo empoderamento das mulheres indígenas, e mostram seu poder com graça, amor e muita força.

São agricultoras, articuladoras políticas, líderes espirituais, professoras, curandeiras, parteiras que mostram um masculino e feminino sendo trabalhado em equilíbrio, e usado não apenas para o próprio benefício, mas em benefício de toda uma comunidade.

Elas são parte fundamental de uma nova revolução, e é uma honra imensurável aprender e estar ao lado dessas verdadeiras guerreiras nesse momento tão importante da existência humana.

VIVÊNCIA DE AGROFLORESTA

O projeto de agrofloresta na Aldeia Shanekaya tem como objetivo trazer a segurança alimentar através do cuidado com terra e a diversificação das espécies.

Baseado na combinação de conhecimentos ancestrais de plantio com as novas técnicas de produção, o sistema traz equilíbrio entre a comunidade e a terra, restabelecendo nessa conexão a reestruturação do solo e o reflorestamento, combinado com a abundância de alimentos com melhor aproveitamento do espaço e sazonalidade. Com a agrofloresta é possível produzir ao mesmo tempo as verduras e plantas anuais enquanto prepara terreno para as frutíferas perenes, que ao crescer produzirão sempre nas estações corretas. Esse cultivo, trazendo a diversidade da flora nativa enriquece o solo para o desenvolvimento de árvores de lei e de reflorestamento.

Essa é a base da autonomia e segurança alimentar que podem gerar frutos na produção artesanal de novos alimentos, aumentando a saúde e a diversificação nutricional, bem como pode gerar nova renda para a comunidade.

Nosso mestre de agrofloresta João Minuzzo, é engenheiro florestal formado pela Universidade Federal do Paraná. Vive desde 2017 na Apiwtxa, onde trabalha como professor e secretário de comunicação para a Associação Ashaninka do Rio Amônia, que além de elaborar projetos para o desenvolvimento e bem-estar da comunidade, também trabalha em conjunto com parceiros de diversas instituições governamentais e não governamentais, nacionais e internacionais, analisando e desenvolvendo estratégias para o resgate de áreas degradadas, a proteção da biodiversidade, a difusão de técnicas agroflorestais sustentáveis e a difusão cultural.

ALIMENTAÇÃO

Somos cuidados diariamente pela equipe da cozinha composta por Shaya e Paula, indígenas e moradoras da aldeia, que recebem capacitação e treinamento pelo chef Enzo Martin para o atendimento dos visitantes, reaproveitamento dos alimentos, a utilização das PANC (Plantas Alimentícias não Convencionais), preparando com muito cuidado e carinho pratos típicos com alimentos regionais, dando prioridade à compra dos alimentos de produtores locais, como: banana, macaxeira, macaxeira doce, açaí, mamão, amendoim, milho, limão, cupuaçu, cacau, gengibre, pimenta, jerimum, leite, colorau, açúcar gremichor, rapadura, entre outros, gerando mais renda e abundância para a comunidade.

Também elaboramos um cardápio que atende os nossos visitantes veganos e vegetarianos, ou que tenham algum tipo de restrição alimentar.

Alimentação é uma das nossas grandes prioridades :)

ATIVIDADES ESPIRITUAIS E CULTURAIS

Mutirão agroflorestal

Introdução às plantas sagradas

Feitio e roda de rapé

Banho de ervas medicinais

Tete Vexmi, colírio da amazônia

Cerimônia de Kampu, medicina do sapo

Pintura corporal com tinturas naturais e

a simbologia kene (geometria sagrada)

Jogos e brincadeiras tradicionais

Ritual de cura com dança tradicional

das mulheres Shanekaya

Cerimônias de Uni (Ayahuasca) com

pajés e txanas (músicos),

Contação de histórias tradicionais do

povo

O QUE ESTÁ

INCLUSO

Transfer aeroporto Cruzeiro do

Sul - Hotel (ida e volta)

Hospedagem em Cruzeiro do

Sul (2 diárias)

Transporte de Cruzeiro do Sul

até a Aldeia (ida e volta)

Alojamento para acomodação

na Aldeia

Alimentação na aldeia: café da

manhã, almoço e jantar (temos

um cardápio especial para

vegetarianos/veganos)

Atividades culturais e

espirituais na aldeia (descritas

nesse programa)

O PACOTE NÃO INCLUI:

Passagens aéreas

Barraca ou rede com

mosquiteiro para hospedagem

na aldeia

Almoço e jantar em Cruzeiro

do Sul

Seguro viagem

IDEALIZADORES

GABRIELA FERNANDES é uma buscadora, comunicadora e estudante dos saberes ancestrais. Largou tudo e vive atualmente no coração do mundo, na Floresta Amazônica, onde desenvolve projetos para o fortalecimento social, econômico e cultural de comunidades tradicionais, e pelo empoderamento feminino.

instagram @g.ystim

ENZO MARTIN é chef de cozinha desde 2012. Largou o próprio restaurante

para pesquisar a cozinha nativa brasileira. Atua como "chef da floresta"em

vivências, encontros e festivais em aldeias. Desenvolve projetos de

capacitação, conscientização alimentar, resgate da cozinha original e

fomentação do turismo étnico local.

instagram @chefenzomartin

Compartilhar com amigos

Data e hora

Localização

Aldeia Shanekaya

Terra Indígena Shanenawa

FEIJÓ, AC 69960-000

Brazil

Ver mapa

Salvar este evento

Evento salvo