Imagem do perfil do organizador

Lygia Pires

http://www.lygiapires.com

É Designer Gráfica e trabalha com Lettering, Caligrafia e Ilustração e desenvolve trabalhos tanto comerciais, quanto autorais. É formada em Desenho de Moda pela Faculdade Santa Marcelina, Design Gráfico e Motion Graphics pela Escola Panamericana de Arte e Design e em Desenho e Ilustração na Quanta Academia de Artes. Há 9 anos estuda caligrafia e lettering e já teve aulas com professores renomados brasileiros como Andrea Branco, Cláudio Gil, Cláudio Rocha and Marcos Mello, Jackson Alves, Marina Chaccur, Yomar Augusto, Caetano Calomino, Cris Pagnoncelli, Victor Tognollo, Christopher Hammerschmidt e professores estrangeiros como John Stevens (EUA), Julian Waters (EUA), Luca Barcellona (Itália), Martina Flor (Alemanha/Argentina), Joana Correa (Portugal), Yani & Guille (Argentina), Sílvia Cordero Vega (Argentina) a Sabrina Lopez (Argentina).

Tem 15 anos de experiência em Moda e Estamparia, e trabalhou inicialmente como Estilista e posteriormente focou sua carreira como Designer e Ilustradora produzindo estampas para coleções comerciais e para desfiles da SPFW de grandes marcas brasileiras. Atualmente, abraçou sua paixão pela Arte e Design, e atua como freelancer em seu estúdio, produzindo trabalhos de caligrafia, lettering, ilustração e design, atendendo desde o cliente final e novos empreendedores, até grandes revistas e empresas nacionais e internacionais como Louis Vuitton, Mont Blanc, Budweiser, Samsung/Vivo, Puma, Le Cordon Bleu, Museu da Língua Portuguesa, Skoll/Lollapalloza, Natura/Prêmio Cláudia, Íntimus/Prêmio Glamour, Instagram, Estadão,Bradesco, Sadia, Playboy, VO2bike, O2, Koleston, Cavalera, Colcci e Lost. Leciona caligrafia e lettering em diversas cidades do Brasil como SP, RJ, CWB, POA e BSB, além de atuar como oficineira no Sesc. Em 2019 teve um trabalho publicado no livro australiano Typism. Em 2020, recebeu o Prêmio de Excelência da Communication Arts Typography 2020. e o Certificado de Excelência Tipográfica do Type Director Club de Nova York (TDC66).

Teve obras de caligrafia e lettering expostas na mostra “Poesia Agora” do Museu da Língua Portuguesa (2015), na “MALC” (Mostra Aberta de Letrismo Contemporâneo) da Galeria Sinlogo (2015), na exposição "Contínua" com curadoria da Agência Norte durante o Festival do Clube de Criação (2016) e na exposição "Retratos da Cidadania" do MPSP (2018).

Lamentamos, não há eventos futuros