Imagem do perfil do organizador

Orion Parque Tecnológico

Parques Tecnológicos são estruturas fundamentadas em conceitos que visam aproveitar ao máximo os recursos disponíveis para seu funcionamento, independente do segmento/espécie, seja ele científico, natural, tecnológico ou humano. É um conceito que surgiu mundialmente a partir da década de 1990.

A conjuntura de um parque tecnológico consiste em concentrar serviços e equipamentos de uso comum das empresas constituintes, criando uma economia de espaços e recursos humanos. Assim, é possível gerir setores jurídicos, de tecnologia da informação, de manutenção do parque e administração de bens, englobando serviços comuns.

Inaugurado em junho de 2016, o Centro de Inovação Luiz Henrique da Silveira, no Orion Parque Tecnológico, em Lages, é um local em que qualquer pessoa pode ir para transformar um projeto em um negócio. Primeiro Centro pensado dentro de uma rede de inovação catarinense, o espaço é focado na sinergia entre empresas incubadas, residentes, empresas virtuais e startups, além de espaço para eventos e treinamentos na área de inovação, empreendedorismo e outras iniciativas. Possui estrutura física com objetivo de incentivar a inovação cultural, social, tecnológica da região.

 

Alguns números do Orion Parque

             61 empreendedores;

             89 % de ocupação do Centro de Inovação;

             + de 140 pessoas trabalhando nas empresas;

             80 colaboradores diretos;

             R$ 2 milhões de faturamento nas empresas do Centro de Inovação;

           Mais de R$ 650 mil investidos em pesquisa, desenvolvimento e engenharia não-rotineira;

             Mais de R$ 250 mil de impostos recolhidos;

             Três patentes;

             Três processos de registros;

             Uma exclusividade de uso.